segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Esqueci de dizer...

Esqueci de dizer que te amo, em todas as vezes que te vi chorar;
Esqueci de te lembrar de tua beleza, todas as vezes que te vi se desvalorizar;
Esqueci de dizer que você não tem culpa, em todas as vezes que vi você se culpar;
Esqueci de dizer que é possível ser feliz, em todas as vezes que te vi desistir da felicidade;
Esqueci de dizer que você pode ser quem você quiser, em todas as vezes que você se reprimiu;
Esqueci de dizer que você pode dançar livre no vento, em todas as vezes que você se prendeu;
Esqueci de dizer que você também pode amar, em todas as vezes que você abriu mão disso;
Esqueci de dizer que você é forte, em todas as vezes que te vi fugir de seu próprio eu;
Esqueci de dizer que você é uma pessoa única, em todas as vezes que você se sentiu excluída;
Esqueci de dizer que você pode ser delicada, em todas as vezes que se fingiu de durona pra tentar se defender;
Esqueci de dizer que você é indestrutível em sua essência, em todas as vezes que você sentiu medo de viver.

Eu realmente esqueci de te dizer isso em todos estes momentos, refletida na imagem do espelho, procurando por algo que viesse de fora. Mas nem mesmo seu reflexo te deu esta resposta. Nem mesmo sua razão te trouxe este conforto.

Mas agora não vou me esquecer de te dizer que, neste momento, você está incrível; e também não vou me esquecer de te dizer quão linda, leve e radiante você está; olhe para mim, seu reflexo, e veja o que eu te mostro: veja seus olhos como brilham. Você está livre. E não posso me esquecer do mais importante: eu me amo profundamente porque você se ama profundamente. Olhe para mim e você verá a transformação. Eu sou apenas o seu reflexo, e você não poderia estar melhor.